blogue do mês :: blog of the month
publicidade :: ads

subscrever feeds

|
pub | ads



tags

# 004 (a)

# 004 (b)

# 009

# 014

# 015

# 016

# 019

# 021

# 023

# 025

# 026

# 027

# 028

# 030

# 031

# 033

# 034

# 039

# 040

# 041

# 044

# 045

# 046

# 047

# 049

# 050

# 052

# 055

# 056

# 057

# 059

# 061

# 062

# 065

# 066

# 067

# 068

# 070

# 071

# 072

# 074

# 077

# 078

# 082

# 088

# 089

# 091

# 093

# 094

# 098

# 106

# 111

# 115

# 116

# 117

# 118

# 120

# 122

# 123

# 125

# 126

# 127

# 128

# 129

# 130

# 137

# 138

# 142

# 146

# 150

# 151

# 152

# 155

# 156

# 157

# 159

# 162

# 166

# 167

# 168

# 169

# 170

# 172

# 174

# 175

# 176

# 177

# 178

# 180

# 181

# 187

# 188

# 189

# 193

# 194

# 202

# 204

# 205

# 213

# 216

# 220

# 221

# 234

# 235

# 237

# 240

# 241

# 242

# 244

# 250

2006 - 2007

2007 - 2008

2008 - 2009

2009 - 2010

2010 - 2011

2011 - 2012

amigos | friends

ateliermob at ...

blogue do mês | blog of the month

blogue | blog

coluna da direita | right column

competitions

conferências online | online lectures

contacto | contacts

design

diagramas | diagrams

direito à habitação

divulgação | release

emprego | job

entrevista | interview

equipa | team

filmes | movies

jovens arquitectos portugueses | young p

kidsmob

livros | books

media

música | music

notícia | news

novas práticas | new practices

novos arquitectos | new architects

prémios | awards

press release

projectos | projects

reflexões | thoughts

sobre | about

sondagem | poll

video

working with the 99%

workshops

todas as tags

arquivos :: archives

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

ajudas | support
Site Meter



Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008
ateliermob, às 15:20 | comentar :: comment | 2008.11.20

 

[PT] O nosso projecto de arquitectura para um edifício de habitação em Lisboa foi aprovado.

 

[ENG] Our architectural project for one new residencial building in Lisbon got the municipal approval.


tags:

13 comentários:
De carolina a 20 de Novembro de 2008 às 19:08
IUPI!!!!


De ateliermob a 20 de Novembro de 2008 às 19:24
;)


De am a 27 de Novembro de 2008 às 20:28
é branco...
no meio de dois cor-de-rosa...
e não ligaram nenhuma ao beirado do da esquerda e à varanda corrida (?) do da direita...
mas contem mais coisas, mostrem pelo menos as plantas... isto assim não é blog não é nada...


De ateliermob a 27 de Novembro de 2008 às 22:41
Tentaremos postar as plantas em breve. É sempre difícil de fazê-lo de forma a que tenha alguma leitura.
De qualquer forma, há umas plantas publicadas (não a da versão licenciada) aqui: http://issuu.com/ateliermob/docs/_023_amoreiras
Mais abaixo há edifícios de outras cores e feitios.


De mm a 28 de Novembro de 2008 às 17:42
YEAAAAAHHHHHHHHHHHH!!!!!
FINALMENTE!!


De ateliermob a 29 de Novembro de 2008 às 18:27
;)


De Catarina Spencer a 17 de Janeiro de 2009 às 14:50
Estive a ver este projecto da Rua das Amoreiras e achei de um pessimo gosto penso que nao se enquadra com os restantes predios.Tenho a certeza que as pessoas que vivem nessa rua não iriam aprovar tal ideia.
Já agora é de meu conhecimento que habitam ainda pessoas nesse predio velho que apresentam nas fotos e essa para nós cidadão é que é a prioridade terem uma qualidade de vida digna pois sei que ainda por cima falamos de idosos e eles para onde vão para outros poderem viverem no luxo?????????



De ateliermob a 17 de Janeiro de 2009 às 16:18
Cara Catarina, vamos por partes.
O edifício existente está em péssimas condições físicas e sanitárias. Se nada se tiver alterado entretanto, já só estão dois fogos habitados - com 3 pessoas (não são só idosos) a viver. Para ambos os casos, o proprietário, terá de encontrar uma solução seja ela:
- provisória durante a obra - caso os actuais habitantes permaneçam no prédio
- realojamento - disponibilizando outro fogo na zona
- indemnização
Sem ser alcançado um acordo a obra não poderá ser realizada.
Não lhe falarei das condições em que as pessoas habitam, pois isso é matéria do foro pessoal de cada um, mas dir-lhe-ei, porque é público, que a CML não reconheceu estarem garantidas as condições mínimas de salubridade do edifício.
Relativamente à questão do gosto, é a sua opinião. Se as centenas de pessoas que vivem na rua vão "aprovar" ou não, não sabemos.
Sobre as soluções de projecto e a sua relação com o que está à volta, julgamos que faz uma avaliação precipitada. A escala e o ritmo da fachada, repete as do edifício contíguo, embora a rua tenha vestígios de várias épocas e, sobretudo, de diferentes formas de construção. Daqui retiramos o edifício, construído nos anos 90, com ares de antigo.
De qualquer forma, se for do seu interesse, disponibilizamo-nos para lhe mostrar o projecto de uma forma detalhada e trocarmos umas ideias sobre o assunto e/ou mantê-la informada sobre a solução alcançada para as pessoas que lá habitam. É só contactar-nos.


De João Vasco a 6 de Outubro de 2010 às 15:11
Não compreendo alguns argumentos apresentados tais como: " A escala e o ritmo da fachada, repete as do edifício contíguo". O edifício proposto apresenta uma clara rotura estética com a envolvente, aliás postura típica holandesa, onde a arquitectura contemporânea convive paredes meias com o antigo. Um proposta arrojada que causara polémica, discussão e por fim respeito ...


De ateliermob a 6 de Outubro de 2010 às 15:48
João Vasco julgo que nesta imagem não se perceberá, mas é como está escrito: a métrica dos vazios repetia a do edifício contíguo. Para haver uma rotura estética teria de se identificar uma unidade na frente urbana, coisa que não sucede.
No que diz respeito à convivência antigo/novo não é preciso ir muito longe. Ali bem perto, na mesma frente urbana, há o exemplo de um edifício novo do final dos anos 90. Imita o antigo, na telha (embora marselha), nas cantarias (embora falsas) e no desenho das caixilharias (embora de alumínio).
O "respeito" que teve este projecto foi 2 anos à espera da licença da CML (por inépcia e não por discordância) que alteraram a vontade do promotor que já vendeu o lote. Pelas últimas informações que tivemos a ideia era fazer-se uma vivenda de luxo aproveitando o elevado índice de construção actualmente existente.


De João Vasco a 6 de Outubro de 2010 às 17:18
O 2 anos à espera da licença da CML são um reflexo do nosso estado burocrata. Já não é a primeira vez que um construtor desiste. As torres do Siza e todas as outras estrelas que já pairaram pelo céu lisboeta tiveram o mesmo caminho ...


De Raul a 7 de Outubro de 2010 às 12:17
Óptimo. gosto do edifício. Claro que não faz sentido em pleno sec XXI mimetizar o "antigo", como pretenderiam algumas pessoas. há é que procurar articular escalas e estabelecer compromissos. Agora, os edifícios devem ter a referência do seu tempo... sempre assim foi ao longo da história. as pessoas que vão a Tomar, ver o que lá está...

Vou ficar à espera das plantas...

Bom trabalho.


De Rui Rodrigues a 8 de Abril de 2011 às 17:35
Realmente até fico admirado com certos comentários aqui existentes, quando dizem "O edifício proposto apresenta uma clara rotura estética com a envolvente", "achei de um pessimo gosto penso que nao se enquadra com os restantes prédios" e mais alguns.

Penso que continua a dar-se demasiada protecção ao existente, mesmo que este esteja quase em ruínas. É demais notório o esforço em manter o ritmo da fachada, dimensão das aberturas e vivência das varandas. na arquitectura não tem que haver revivalismo, ela é antes interpretativa, e por isso dou-vos os parabéns... ;)


Comentar post

_ Prémio Excelência 2016 - Reabilitação


ateliermob - arquitectura, design e urbanismo lda.
[PT]
Plataforma multidisciplinar de desenvolvimento de ideias, investigação e projectos nas áreas da arquitectura, design e urbanismo. É assim que tudo costuma começar. A partir daí trabalha-se tudo o resto. Só é impossível o que não entusiasma, o que não é criativo, o que nos afasta das pessoas.
[saber mais]

[ENG]
Ateliermob is a multidisciplinary platform which develops projects, ideas and research within architecture, design and urbanism. This is the way it usually starts. From this point, everything is worked out. The impossible is to work on the unexciting, on the uncreative, on what diverges from people needs.
[+ info]
ateliermob @ facebook
International internship program at ateliermob
ligações :: links
ateliermob: What ever happened?


+ videos
Tanto Mar


+ info
subscrever | subscribe

email para actualizações :: email for updates
By Feedburner