blogue do mês :: blog of the month
publicidade :: ads

subscrever feeds

|
pub | ads



tags

# 004 (a)

# 004 (b)

# 009

# 014

# 015

# 016

# 019

# 021

# 023

# 025

# 026

# 027

# 028

# 030

# 031

# 033

# 034

# 039

# 040

# 041

# 044

# 045

# 046

# 047

# 049

# 050

# 052

# 055

# 056

# 057

# 059

# 061

# 062

# 065

# 066

# 067

# 068

# 070

# 071

# 072

# 074

# 077

# 078

# 082

# 088

# 089

# 091

# 093

# 094

# 098

# 106

# 111

# 115

# 116

# 117

# 118

# 120

# 122

# 123

# 125

# 126

# 127

# 128

# 129

# 130

# 137

# 138

# 142

# 146

# 150

# 151

# 152

# 155

# 156

# 157

# 159

# 162

# 166

# 167

# 168

# 169

# 170

# 172

# 174

# 175

# 176

# 177

# 178

# 180

# 181

# 187

# 188

# 189

# 193

# 194

# 202

# 204

# 205

# 213

# 216

# 220

# 221

# 234

# 235

# 237

# 240

# 241

# 242

# 244

# 250

2006 - 2007

2007 - 2008

2008 - 2009

2009 - 2010

2010 - 2011

2011 - 2012

amigos | friends

ateliermob at ...

blogue do mês | blog of the month

blogue | blog

coluna da direita | right column

competitions

conferências online | online lectures

contacto | contacts

design

diagramas | diagrams

direito à habitação

divulgação | release

emprego | job

entrevista | interview

equipa | team

filmes | movies

jovens arquitectos portugueses | young p

kidsmob

livros | books

media

música | music

notícia | news

novas práticas | new practices

novos arquitectos | new architects

prémios | awards

press release

projectos | projects

reflexões | thoughts

sobre | about

sondagem | poll

video

working with the 99%

workshops

todas as tags

arquivos :: archives

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

ajudas | support
Site Meter



Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009
ateliermob, às 13:17 | comentar :: comment | 2009.12.10

 

[link]

 

Exmo. Senhor Chefe do Executivo do Governo da Região Administrativa Especial de Macau, Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Legislativa da RAEM, Exmo Secretário para Obras Públicas e Transportes, Exmo Secretário para Saúde, Cultura e Educação, Presidente do Instituto Cultural, Director do Serviço de Obras Públicas e Transportes de Macau, Presidente do Instituto de Habitação de Macau, Associação dos Arquitectos de Macau, Associação para Protecção do Património Histórico e Cultural de Macau
Numa cidade, classificada como património mundial da Unesco, o governo quer demolir um edifício emblemático da arquitectura do séc. XX, galardoado com a Medalha de Ouro da ARCASIA (Architects Regional Council of Asia), o maior prémio de arquitectura da Ásia.
Os edifícios de Habitação Social e espaços públicos do FAI CHI KEI, da autoria do Arquitecto Manuel Vicente com a colaboração do Arquitecto Paulo Sanmarful, desenhados em 1979 e construídos em 1981, são comprovadamente, a obra de Arquitectura, no domínio da habitação social, mais importante de Macau e uma das mais importantes, das realizadas no Século XX em todo o sudoeste asiático.

Esta obra resultou de uma distribuição de encomendas públicas pelo Governo de Macau, através da então Associação dos Arquitectos de Macau, pelos arquitectos que, à época, trabalhavam naquele território. Se a obra é exemplar do ponto de vista da sua inegável qualidade arquitectónica, reconhecida a nível internacional, o processo que ditou essa encomenda pública também o será, pela inclusão e abrangência como o Governo de então a decidiu distribuir.
Os edifícios de Habitação Social do FAI CHI KEI representem um dos pontos mais relevantes da arquitectura macaense, fazendo uma síntese entre uma arquitectura manifestamente inserida nos movimentos internacionais e um forte entendimento dos costumes e usos locais (nomeadamente, ao nível da ocupação e fruição dos espaços colectivos quer interiores, como sejam as galerias e escadas de acesso ou os pequenos átrios entre as habitações, quer exteriores, como a grande Alameda ajardinada entre os dois blocos ou a engenhosa solução viária que faz passar o trânsito sob o construído, pelo lado de fora, libertando ainda espaço para um corpo de lojas recatadas que vêm dar vida à referida Alameda).
É reconhecida pelos arquitectos que actuam e trabalham no território como uma obra de referência, tendo colocado Macau no mapa internacional da Arquitectura em finais dos anos oitenta, através da sua publicação em revistas da especialidade como a L’Architecture d'Aujourd'hui, entre inúmeras outras revistas e livros de arquitectura internacionais e portugueses.
Em 1995 a obra de Habitação do FAI CHI KEI recebeu a Medalha de Ouro da ARCASIA (Architects Regional Council of Asia), o prémio mais prestigiante da região do sudoeste da Ásia, e foi exposta em inúmeras exposições entre Lisboa, Hong Kong e Macau, tendo sido recentemente exposta na Trienal de Lisboa de 2007.
As notícias vindas a público em que se dá conta da intenção do Governo da RAEM, através do Instituto da Habitação local, de demolir esta obra, coloca a questão da pertinência da manutenção de um património cultural específico ao território de Macau, que, neste caso, não é só cultural. E quando dizemos cultural queremos também dizer social e antropológico. A sua substituição por prédios em altura de alta densidade, ao atrofiar o espaço público e banalizar a paisagem urbana naquela zona de Macau, acentuaria uma visão estritamente utilitarista da cidade em detrimento de uma visão qualificadora, ou de permanente requalificação do espaço público. É um facto que, dada a sua idade, o complexo do FAI CHI KEI precisa de ser requalificado, tanto em termos construtivos como na sua integração com as realidades urbanas que se transformaram desde a sua construção inicial, quando se apresentava como uma peça isolada sobre um istmo do Porto Interior. Esta requalificação implicará um estudo acertado e sério sobre uma área hoje extremamente congestionada na qual são edifícios como este que ainda permitem que a cidade se ligue entre as suas várias escalas e densidades.
Por todas estas razões é essencial a manutenção e a recuperação do complexo do FAI CHI KEI, como um exemplo de uma tipologia de habitação de sucesso, onde, para além do espaço privativo do fogo, foi dada uma atenção especial às áreas públicas e semipúblicas potencializando-as como locais de encontro e vida urbana.
Os abaixo-assinados vêm por esta forma exigir que o edifício em questão não seja demolido mas, ao invés, seja reabilitado, honrando, assim, o prestigiado título que a cidade poderia ostentar de Património da Humanidade.

 


[ENG] Your Excellency the Chief-Executive of Macau SAR, your Excellency the President of the Legislative Assembly of MSAR, your Excellency the Secretary for Public Works and Transport, your Excellency the Secretary for Health, Culture and Social Affairs, President of the Cultural Bureau of MSAR, Director of the Public Works Department, President of the Housing Institute of MSAR, Architects Association of Macau, Association for the protection of Heritage
In a UNESCO world heritage classified city, the government intends to demolish a XX Century emblematic Architecture building, an ARCASIA (Architects Regional Council of Asia) Gold Medal awarded complex, the highest architectural recognition in the Asian territory.
The social housing and public spaces of the FAI CHI KEI building complex, designed by the architect Manuel Vicente in collaboration with architect Paul Sanmarful, was design in 1979 and built in 1981 being the most significant Architectural social housing complex piece in Macao and one of the most important in all southeast Asia

This work resulted from an open and public distribution of architecture commissions, for which the Architects Association of Macau was a consultant institution for the assigning governmental office. The work is internationally recognized, not only through its undeniable architectural quality, but also through the public process by which it was attributed, which covered and included all the architects working in Macao at that time.
These are reasons why the buildings of the FAI CHI KEI social housing represent one of the most relevant features of Macanese architecture, representing a synthesis between an architecture distinctively inserted in the international movements and a strong understanding of local customs and habits (namely at the level of occupation and fruition of the public spaces and indoor solutions, such as galleries and stairways or the small halls among houses naturally ventilated, and in the public space, the Alameda or long square as a large garden between the two blocks or the ingenious solution by which traffic by-passes the blocks inside the built form, from the outside, freeing up space for a retreated body shops that enliven the life of the Alameda/Square).
It is recognized as a reference work by Architects acting and working in the territory of Macau, and has placed Macau on the international map of architecture in the late eighties, after its publication in specialized magazines such as L'Architecture d'Aujourd'hui, among other architecture magazines in Hong Kong and Portugal.
In 1995 the work of FAI CHI KEI Housing complex received the Gold Medal of the ARCASIA (Architects Regional Council of Asia), the most prestigious prize in the region of southwest Asia, and has been shown in numerous exhibitions between Lisbon, Hong Kong and Macau, and recently been exhibited in the Lisbon Architecture Triennial in 2007.
The recent news made public by Government Department, to demolish this work raises the question of the relevance of maintaining a cultural heritage specific to the territory of Macau, which in this case is not only cultural, but also of enormous social and anthropological value. Its replacement by a high-density block, weakening public space and impoverishing the urban landscape in that area of Macau, emphasizes a utilitarian view of the city over a vision of qualifying, or upgrading of public space. The current complex FAI CHI KEI needs to be maintained, and should be rehabilitated visioning an integration strategy according to new urban realities. It would involve a serious study on that area, nowadays extremely congested, in which buildings like this are the reason that still allow the city to connect between the various scales and densities.
The maintenance and the revitalization of the FAI CHI KEI complex, as an example of a successful housing typology are essential. Beyond the private space of the flats and social units, this design has produced a set of significant public areas empowering them as venues and urban life.
The undersigned demand that the building in question should not demolished, but rather rehabilitated, honoring the prestigious title that the city of Macau could boast as a world heritage site, and Macau’s Capacity to rehabilitate its most qualified Architectural pieces.

 



5 comentários:
De Pedro Barreto a 15 de Dezembro de 2009 às 12:03
Sugiro que passem a palavra: sem imagens bonitas do Fai Chi Key não será possível internacinalizar a petição que assim não ganhará força junto da Unesco, do DOCOMOMO, da UIA e dos Associações Internacionais de Arquitectos.

Estou não tenho meios técnicos para o fazer, mas talvez vocês possam. Passem a palavra, por favor.

Arq. Pedro Barreto


De ateliermob a 15 de Dezembro de 2009 às 12:10
Já está Pedro.


De Pedro Barreto a 21 de Dezembro de 2009 às 15:47
Obrigado, Tiago.
Sei que há umas imagens publicadas algures, talvez na revista Arquitectura dos anos 80, onde há fotos das galerias e pátios interiores do Fai Chi Kei e que são a sua maior mais valia.

Peço que me desculpem pelos erros de dactilografia na mensagem anterior: trapalhice fruto da pressa... Os mails e os blogs não podem tomar-nos demasiado tempo!

Quanto à internacionalização da campanha em prol do FAI CHI KEI parece-me essencial. A Ordem que diz, oficialmente? É que oficiosamente o seu Presidente, o João Rodeia, já assinou a petição, mas a Ordem como tal desconheço se se mencionou. E dado que houve em tempos um desaguisado entre a Ordem e o autor do FAI CHI KEI , por alturas das eleições, seria uma pena se por acaso os assuntos se misturassem. Escrevo-te a ti porque sei que te interessas e porque sei que tens muitos contactos no meio nacional e também lisboeta, da Arquitectura.
Um abraço e bom trabalho para o ATELIERMOB com os votos de umas boas e felizes festas e boas entradas em 2010


De ateliermob a 21 de Dezembro de 2009 às 15:58
Pedro, repara que no site da OA a petição aparece em grande destaque. Um abraço e bom ano também para ti
Tiago


De Pedro Barreto a 21 de Dezembro de 2009 às 16:07
Pois, não tinha reparado... :-)

Boas Festas!


Comentar post

_ Prémio Excelência 2016 - Reabilitação


ateliermob - arquitectura, design e urbanismo lda.
[PT]
Plataforma multidisciplinar de desenvolvimento de ideias, investigação e projectos nas áreas da arquitectura, design e urbanismo. É assim que tudo costuma começar. A partir daí trabalha-se tudo o resto. Só é impossível o que não entusiasma, o que não é criativo, o que nos afasta das pessoas.
[saber mais]

[ENG]
Ateliermob is a multidisciplinary platform which develops projects, ideas and research within architecture, design and urbanism. This is the way it usually starts. From this point, everything is worked out. The impossible is to work on the unexciting, on the uncreative, on what diverges from people needs.
[+ info]
ateliermob @ facebook
International internship program at ateliermob
ligações :: links
ateliermob: What ever happened?


+ videos
Tanto Mar


+ info
subscrever | subscribe

email para actualizações :: email for updates
By Feedburner