blogue do mês :: blog of the month
publicidade :: ads

subscrever feeds

|
pub | ads



tags

# 004 (a)

# 004 (b)

# 009

# 014

# 015

# 016

# 019

# 021

# 023

# 025

# 026

# 027

# 028

# 030

# 031

# 033

# 034

# 039

# 040

# 041

# 044

# 045

# 046

# 047

# 049

# 050

# 052

# 055

# 056

# 057

# 059

# 061

# 062

# 065

# 066

# 067

# 068

# 070

# 071

# 072

# 074

# 077

# 078

# 082

# 088

# 089

# 091

# 093

# 094

# 098

# 106

# 111

# 115

# 116

# 117

# 118

# 120

# 122

# 123

# 125

# 126

# 127

# 128

# 129

# 130

# 137

# 138

# 142

# 146

# 150

# 151

# 152

# 155

# 156

# 157

# 159

# 162

# 166

# 167

# 168

# 169

# 170

# 172

# 174

# 175

# 176

# 177

# 178

# 180

# 181

# 187

# 188

# 189

# 193

# 194

# 202

# 204

# 205

# 213

# 216

# 220

# 221

# 234

# 235

# 237

# 240

# 241

# 242

# 244

# 250

2006 - 2007

2007 - 2008

2008 - 2009

2009 - 2010

2010 - 2011

2011 - 2012

amigos | friends

ateliermob at ...

blogue do mês | blog of the month

blogue | blog

coluna da direita | right column

competitions

conferências online | online lectures

contacto | contacts

design

diagramas | diagrams

direito à habitação

divulgação | release

emprego | job

entrevista | interview

equipa | team

filmes | movies

jovens arquitectos portugueses | young p

kidsmob

livros | books

media

música | music

notícia | news

novas práticas | new practices

novos arquitectos | new architects

prémios | awards

press release

projectos | projects

reflexões | thoughts

sobre | about

sondagem | poll

video

working with the 99%

workshops

todas as tags

arquivos :: archives

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

ajudas | support
Site Meter



Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2012
ateliermob, às 09:35 | comentar :: comment | 2012.02.10

[PT] Para profissionais e para quem quer contratar um arquitecto ou um engenheiro seria de extrema utilidade ter um documento público que indicasse os valores de honorários justos para prestação de diferentes serviços de projecto em Portugal. Infelizmente, reina o entendimento que isso é proibido pela Directiva Bolkestein. Contudo, na Alemanha, já foi publicada uma tabela que agora aparece traduzida pelos colegas espanhóis.

 

[Download]



4 comentários:
De Pedro Belo Ravara a 11 de Fevereiro de 2012 às 11:49
Também existe uma versão traduzida para português que a OA pediu. Penso que será brevemente tornada pública. O entendimento de que a OA não pode recomendar não é da OA , a OA muito teria a ganhar, e sobretudo os membros da OA , porque OA somos nós todos, dos que lá estão como orgãos eleitos a todos os outros incluindo os que só dizem mal e nada fazem. A Alemanha é o único país na Europa que tem uma tabela, porque ela foi incentivada e publicada pelo Governo Alemão e não pela Câmara de Arquitectos Alemães. Foi com base numa excepção que irá ser explicada e abordada numa sessão pública na OA dia 22 de Março às 21:00. A OA conta com a participação dos seus membros, ciente de que o problema dos honorários e dos serviços é crucial e transversal a toda a classe. Mas para o resolvermos (porque a OA somos todos e não apenas alguns...) precisamos da ajuda e solidariedade de todos os membros, desde aqueles que promovem concursos em cujo critério único é o preço em organismos públicos, até outros que continuam a preferir o concurso público descurando o de concepção ou até nós outros que em desespero de causa respondemos a tudo seja qual for a condição.
Encontramo-nos dia 22?
Abs,


De ateliermob a 11 de Fevereiro de 2012 às 12:12
Caro Pedro, temos todo o gosto em divulgar a tradução para português que refere. Onde é que a podemos encontrar?


De Pedro Belo Ravara a 11 de Fevereiro de 2012 às 13:32
Estará no site do CAE (Conselho dos Arquitectos da Europa), conjuntamente com as versões espanholas, francesa (espera-se por esta tradução ainda), inglesa, portuguesa e penso que checa, e no da OA proximamente (só a portuguesa). Mas apenas, como aliás acontece no site espanhol, como informação.
Abs,


De claudia castro a 13 de Maio de 2013 às 19:12
Olá,

exerci actividade como arquitecta na Alemanha durante vários anos e quando voltei a Portugal bem senti falta da tabela... Não é imediato o cálculo dos honorários, mas contempla muitos factores importantes. É preciso dizer que, os arquitectos têm liberdade em se porem abaixo da tabela, fazendo uma espécie de desconto, mas acima não podem ir. Em caso de processo, o cálculo dos honorários passa a 100%. Aspecto importante: o faseamento da obra na Alemanha é diferente do nosso, mais alargado e mais complexo. Há ateliers que se especializam em determinadas fases.

Pedro Ravara, estive no site do CAE, mas não encontrei, pelo menos facilmente, essa tradução da tabela. Adoraria tê-la.

Obrigada.


Comentar post

_ Prémio Excelência 2016 - Reabilitação


ateliermob - arquitectura, design e urbanismo lda.
[PT]
Plataforma multidisciplinar de desenvolvimento de ideias, investigação e projectos nas áreas da arquitectura, design e urbanismo. É assim que tudo costuma começar. A partir daí trabalha-se tudo o resto. Só é impossível o que não entusiasma, o que não é criativo, o que nos afasta das pessoas.
[saber mais]

[ENG]
Ateliermob is a multidisciplinary platform which develops projects, ideas and research within architecture, design and urbanism. This is the way it usually starts. From this point, everything is worked out. The impossible is to work on the unexciting, on the uncreative, on what diverges from people needs.
[+ info]
ateliermob @ facebook
International internship program at ateliermob
ligações :: links
ateliermob: What ever happened?


+ videos
Tanto Mar


+ info
subscrever | subscribe

email para actualizações :: email for updates
By Feedburner